Precursores do Espiritismo

Loading...

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

A DISTRAÇÃO DE CANDINHA


Fig. 1- Totó era o cachorrinho mais esperto da sua rua.
Candinha passava horas alegres com seu bom companheiro.
Todas as tardes a menina brincava com ele no quintal de sua casa.
Ela jogava para o alto bolas, ossos de borracha e outros objetos.
Tudo Totó abocanhava, em grandes saltos, levando de volta para a sua dona.
Ele parecia até um animal de circo!

Fig. 2- O avô de Candinha trouxe-lhe um grande cacho de bananas colhido no seu sítio.
De tarde, a menina comeu algumas bananas e foi jogando as cascas para brincar com Totó.
Depois as cascas foram ficando pelo chão... Candinha nem pensou no perigo.
No final da tarde, começou uma forte ventania.
Em poucos minutos caíam grossos pingos de chuva.
Dona Esmeralda, a mãe de Candinha, estava muito ocupada com o jantar e pediu para a filha recolher depressa toda a roupa que estava no varal.
A menina obedeceu logo a mamãe. Correndo, com os braços cheios de roupa, nem viu as cascas de banana espalhadas pelo chão.

Fig.3- E... zás! Escorregou e lá se foram as roupas pelo chão!
Candinha olhou desconsolada. Como mamãe trabalhou para que as roupas ficassem bem clarinhas! E agora? Estavam todas enlameadas.

Fig.4- Com pá e vassoura, Candinha recolheu as cascas de banana, enquanto pensava:
“Ah! distração danada!...”


Nenhum comentário:

Postar um comentário