Precursores do Espiritismo

Loading...

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

O DOMADOR FEROZ

O DOMADOR FEROZ
(Autor ignorado)
Importante circo chegou na cidade com estréia marcada para o domingo seguinte. Mas o dono do circo estava com um problema sério. O domador estava doente, com muita febre. E agora? Uma das atrações mais importantes!...

Fig.1-
“Precisamos de um domador experiente”. Assim dizia o cartaz na porta do circo.
Muitos candidatos se apresentaram. Alguns desistiram só de olhar para a jaula com tigres e leões ferozes.
Feitos os testes, sobrou um homem bem grande e corajoso.
– Muito bem, o emprego é seu. Amanhã às sete horas em ponto esteja aqui. Começaremos cedo o trabalho – falou o dono do circo.
No dia seguinte, às 11 horas da manhã, chega o grandalhão.
– O que houve, meu amigo? – perguntou o dono do circo.
Não passei bem a noite – disse o homem, meio sem graça.

Fig.2-
Ficou com medo das feras?! – perguntou, de brincadeira, um dos rapazes.
Mal acabou de falar, levou um tremendo soco e caiu no chão.
– Você ficou maluco? O rapaz está brincando, não teve intenção de ofendê-lo. – falou o dono do circo.
– Comigo é assim. Não levo desaforo de ninguém. Fraco e abusado não se manifesta – falou o domador.

Fig.3-
Lamento muito, mas você está despedido. Viajamos o mundo todo com o circo, vivemos como uma família. Todos aqui são amigos. Não posso aceitá-lo com esse temperamento.br> – Mas eu vim domar feras, não é verdade? Não vim ouvir piadas.
– É verdade. Mas uma pessoa que não consegue domar uma só fera dentro de si mesmo, não serve para domar meus animais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário