Precursores do Espiritismo

Loading...

quarta-feira, 14 de março de 2012

Tema: Autoconhecimento (2)

Objetivo:
Realizar o esforço do autoconhecimento necessário à progressiva melhoria do ser.
1- Atividade Dinâmica: sugestões no MA-03 e MA-05.
2- Harmonização Inicial
3- Atividade Introdutória
3.1- Solicitar ao grupo que cite, verbalmente, emoções e sentimentos (raiva, medo, dor, angústia, ansiedade, alegria, paz, carinho, compaixão, humildade, orgulho, calma, etc.)
3.2- Dividir a turma em duplas ou trios. Cada mini-grupo irá escolher uma emoção e combinar como representá-la, por meio de gestos.
3.3- Pedir aos participantes que formem um círculo. Cada grupo irá representar no centro da roda. Caso ninguém identifique a emoção, o educador entrará no grupo tentando auxiliar a representação.
4- Atividade Reflexiva
4.1- Perguntar:
– Foi difícil descobrir a emoção representada?
– Observando as atitudes e as reações dos outros, podemos descobrir o que estão sentindo?
4.2- Contar o seguinte caso:
Uma pessoa entra em um ônibus, paga sua passagem e recebe o troco faltando algum dinheiro. Essa pessoa reclama do cobrador, se descontrola e faz um escândalo. Todos olham e a pessoa nem percebe o que está acontecendo. O motorista se distrai com a discussão e bate no carro da frente causando grande confusão no trânsito. Nesse momento, os passageiros, revoltados, apontam para o causador do problema.
4.3- Questionar:
– Pela atitude do passageiro podemos descobrir o que sentiu ao receber o troco errado? Esse é um sentimento bom? Traz boas conseqüências?
– Neste caso qual foi a conseqüência ruim?
– A raiva contagia os outros com facilidade?
– Essa pessoa agiu de forma inteligente? Ela pensou antes de falar?
– Todas as vezes que agimos sem pensar, podemos provocar conseqüências ruins?
– Vocês conhecem algum caso para contar? (ouvir os participantes e dizer que também tem um caso para contar).
4.4- Narrar: o menino rabugento, com o recurso de teatro de vara. (Colorir cada figura, colar em cartolina e recortar. Prender cada figura na extremidade de uma vareta de churrasco ou palito de sorvete. Preparar o palco numa caixa grande de papelão decorando-a).
4.5- Explorar a narrativa, concluindo que:
Ü Maus pensamentos e maus sentimentos nos adoecem física e mentalmente, enquanto que bons pensamentos e bons sentimentos ajudam a nossa saúde.
Ü Devemos ajudar as pessoas a superar suas dificuldades para terem uma vida mais agradável e feliz.
5- Atividade Criativa
5.1- Pedir ao grupo que imagine uma comunidade muito feliz, onde todos vivem em harmonia. Como seria este lugar, suas casas, prédios, árvores, escola, pessoas...?
5.2- Pedir que formem grupos de, no máximo, oito pessoas. Distribuir, a cada grupo, cola, tesoura, uma folha de papel pardo (ou similar) e canudinhos de refresco. Pedir que cada participante faça a sua casa colando os canudinhos (inteiros ou cortados) no papel pardo.
5.3- Pedir que, em conjunto, façam os outros elementos que compõem essa comunidade (árvores, parques, pessoas, escola, etc), também usando os canudinhos.
5.4- Imaginar o relacionamento das pessoas nessa comunidade que vive em harmonia, descrevendo o seu cotidiano.
6- Harmonização Final/ Prece
6.1- Visualizar-se nesse local de paz, com todas as pessoas fraternas e felizes. Uma luz brilhante e colorida envolve a tudo e a todos.
6.2- Meditar:
Eu vivo a paz. Eu amo a paz.

7- Auto-Avaliação 

Nenhum comentário:

Postar um comentário