Precursores do Espiritismo

Loading...

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Dinamicas de Integração

As dinâmicas de integração têm como objetivo:
- que os participantes se apresentem
- que memorizem os respectivos nomes
- que iniciem um relacionamento amistoso
- que se desfaçam as inibições
- que falem de suas expectativas
1) Eu sou... e você, quem é?
Formar uma roda, tomando o cuidado de verificar se todas as pessoas estão sendo vistas pelos demais colegas. Combinar com o grupo para que lado a roda irá girar. O educador inicia a atividade se apresentando e passa para outro. Por exemplo: “Eu sou João, e você,  quem é?” “Eu sou Márcia, e você, quem é?” “Eu sou Lívia, e você quem é?”
A dinâmica pode ser feita com o grupo sentado sem a roda girar.

2 - Apresentarte
Material: objetos diversos (xale, óculos, chapéu, colares etc.)
Propor aos participantes apresentarem-se, individualmente, de forma criativa. Deverá ser oferecido todo tipo de objetos  para  que eles possam criar dentro da vontade de cada um.
3- Alô, alô!
Formar uma grande roda com todos os participantes e pedir que cada um se apresente de forma cantada com a seguinte frase: “Sou eu FULANO, que vim para ficar; sou eu, FULANO, que vim participar.” É importante que cada um fale o seu nome, pois este simples exercício trabalha a auto-estima.

4- Procurando um coração...
Material: corações de cartolina cortados em duas partes de forma que uma delas se encaixe na outra. Cada coração só poderá  encaixar em uma única metade.
Distribuir os corações já divididos de forma aleatória. Informar que ao ouvirem uma música caminharão pela sala em busca de seu par.   Quando  todos  encontrarem  seus pares, o educador irá parar a música e orientar para que os participantes conversem.


5 - Abraçando amigos
Formar uma grande roda. Colocar bem baixinho uma música agradável. Informar que o grupo deverá estar atento à ordem dada para executá-la atentamente. Exemplo: “Abraço de três” e todos começam a se abraçar em grupo de três; “abraço de cinco”, “abraço de um”, “abraço de todo mundo.” É importante que o educador esteja atento para que todos participem.
6- Quando estiver...

Com o grupo em círculo, o primeiro a participar começa com uma frase. Exemplo: “Durante minhas férias irei para a praia..”.O segundo continua: “Quando estiver na praia farei um passeio de barco. O seguinte dirá: “Quando estiver no barco, irei...”

 6 - O presente
Material: uma caixa embrulhada com papel de presente.
Todos em círculo. O educador inicia o jogo passando o “presente” para o primeiro participante à sua direita dizendo o que está oferecendo (exemplo: Ofereço a você uma tesoura...). O que recebe diz o que vai fazer com o presente (exemplo... para cortar minhas figurinhas e, logo a seguir, oferecer o “presente” ao colega à direita dizendo o que está oferecendo e assim por diante.
7 - Minha frase
Material: Cartões com palavras (recortadas de jornal ou escritas com hidrocor) ou figuras colocadas em uma caixa.
Cada participante retira dois ou três cartões e dirá na sua vez, uma frase que contenha aquelas palavras. O educador anota a frase para que, ao final, o grupo escolha a frase mais original, com aplausos para o autor.
8 - “Eu gostaria de ouvir...”
Peça aos participantes para dizerem alguma coisa positiva que eles gostariam de ouvir outra pessoa dizer sobre eles. Por exemplo: “Eu gostaria de ouvir alguém dizer que eu...

 9 - Flor-surpresa
Material: flores em papel glacê, de preferência, uma para cada participante.
Pedir que cada um ao receber sua flor escreva na parte central (ou pense) num sentimento que deseja transmitir para alguém. Dobrar as pétalas, uma a uma e na seqüência. No momento combinado todas as flores serão colocadas dentro de uma vasilha com água e em poucos segundos todas as flores se abrem.

10 - Jogo dos Sentimentos
Cortar uma folha de papel em tiras do tamanho que encaixe uma palavra escrita. Em seguida, escrever em cada papel o nome de um sentimento, usando a criatividade para ter um maior número de sentimentos escritos. Dobrar, em seguida, cada papel e colocar em um saco para que possam ser sorteados. Cada participante lê para si o sentimento e depois fala, em poucos minutos, o que o sentimento representa, dando se quiser exemplo de uma situação que corresponda ao sentimento.
Ao final da atividade é importante que o componente perceba que somos passíveis a qualquer sentimento; cabe uma discussão à respeito de que forma podemos trabalhá-los.
Sugestões de sentimentos: felicidade, vergonha, amor, mágoa, ódio, raiva, orgulho, vaidade, caridade, alegria, tristeza, inveja, ciúmes, compreensão, compaixão, etc

Nenhum comentário:

Postar um comentário