Precursores do Espiritismo

Loading...

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Tema: Resignação 1


OBJETIVO:
Distinguir a atitude positiva de resignação diante do que não pode ser mudado, da atitude de acomodação do conformismo.        


1. ATIVIDADE DINÂMICA:
2. HARMONIZAÇÃO INICIAL
3. ATIVIDADE INTRODUTÓRIA
3.1- Apresentar a seguinte situação:
Joaquim e João são dois irmãos. A mamãe prometeu que, no domingo, toda a família ia fazer um passeio muito agradável. Eles poderiam tomar banho de mar, ir ao parque de diversões, andar no carrossel e fazer muitas brincadeiras. Os meninos esperavam felizes o dia de domingo. Na madrugada de domingo caiu um temporal muito forte. Pela manhã a chuva continuava e... não puderam fazer o tão sonhado passeio.
3.2- Apresentar o anexo 1 e dizer:
Joaquim reclamou, chorou, gritou de tristeza e raiva.
João também ficou triste, mas não reclamou, nem chorou, nem berrou. Ficou pensando como poderia divertir-se naquele dia de chuva, mesmo dentro de casa.
4. ATIVIDADE REFLEXIVA
4.1- Pedir que as crianças, observando o anexo 1, respondam: – Quem foi o mais inteligente? Por quê?
4.2- Explicar que João aceitou o que não podia mudar. O nome dessa qualidade que João tem é resignação. Resignação quer dizer aceitar com calma o que não pode ser mudado (no caso, a chuva). Mas o menino não deixou de pensar como poderia melhorar a situação. Assim devemos sempre fazer.
4.3- Narrar: O LIVRO DE PEDRINHO.Observação: Antes da reunião, o educador deve costurar pela margem esquerda as gravuras, já coloridas, fazendo um livro. Arrematar com fita crepe ou durex colorido.
4.4- Explorar bem as gravuras, avaliando a compreensão do que é apresentado.
4.5- Levar as crianças a refletir:
a- sobre situações que viveram e não gostaram.
b- se poderiam ou não ter mudado a situação.

c- como reagir: com calma ou com raiva.
4.6- A partir das situações apresentadas pelas crianças, auxiliá-las a perceber qual a forma mais inteligente de agir, mantendo-se calmos diante do que não pode ser mudado.
5- ATIVIDADE CRIATIVA
5.1- Apresentar situações do cotidiano das crianças para que elas digam ou dramatizem o que fariam.
Exemplos:
a- Você ganhou este sorvete de casquinha (dar à criança um canudinho de papel na forma da casquinha). Se o sorvete cair no chão, você não poderá mais tomá-lo. O que você pode fazer para evitar que isso aconteça?
b- Você ganhou dois reais (dar duas notas de um real) mas gostaria de comprar um brinquedo que custa cinco reais. O dinheiro que você tem não dá para comprar o brinquedo que você quer. O que poderia fazer?
Observações: Estimular as crianças a indicarem mais de uma solução, para que sintam que há sempre caminhos para melhorar as situações.
6- HARMONIZAÇÃO FINAL / PRECE
6.1- Fazer o relaxamento e pedir que as crianças pensem estar brincando na beira da praia, com um mar bem calmo... ondas pequenas, sem perigo, cobrindo seus pés...
6.2- Meditar:

Tenho calma para resolver cada dificuldade.


7- AUTO-AVALIAÇÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário