Precursores do Espiritismo

Loading...

sábado, 21 de abril de 2012

A Verdade

De autoria DESCONHECIDA
Adaptado para Evangelização (Sala 11/12 do ano de 1999) – Naiara Taici Ferreira de Oliveira
PERSONAGENS: Mulher e quatro pessoas representando a Esperança, a Coragem, o Amor e a Felicidade.
Em cena uma mulher desorientada, anda de um lado para outro, até que certo momento pára envolvida em seus pensamentos...
(Aparece a Esperança)
ESPERANÇA: O que é que você procura? Percebo que está em busca de alguma coisa...
MULHER: Eu nem sei... tem tanta coisa desarranjada em minha vida, tanta coisa fora do lugar...
ESPERANÇA: Talvez eu saiba e possa lhe ajudar. Já tenho levado isso para muitos, é para isso que existo.
MULHER: Mas quem é você?
ESPERANÇA: Você não me conhece? Sou aquela de quem nunca pode se separar: represento a Esperança, onde há MÃE ela deve existir.
(A Esperança vai saindo lentamente)
A mãe pára, olha fixamente e chora de cabeça baixa.
(Entra a Coragem)
CORAGEM: Por que eu a encontro assim mãe?
MULHER: Eu não sei, creio que estou fracassando...
CORAGEM: Você é corajosa, não vai fracassar. Se cair, deve se erguer e continuar a lutar. Não é mérito nunca termos caído, e sim termos força para levantarmos depois de nossas quedas.
MULHER: Você me ajuda? Fica comigo?
CORAGEM: Não. Você é que tem que se ajudar. Você tem que acreditar na sua própria força, na sua capacidade de vencer. Tenha Coragem!
MULHER: Parece que tudo está começando a se erguer. Tenho fé, muita coisa boa aparecerá em minha vida. Eu sinto isso...
(aparece o Amor)
AMOR: É assim que gosto de lhe encontrar.
MULHER: O que você vem me oferecer?
AMOR: Amor, vida...o amor é a essência da vida, a razão, pode trazer a alegria e a felicidade, a tristeza ou a agonia, depende da maneira com que você o cultivar em seu coração.
MULHER: Como é que se pode amar?
AMOR: Vivendo. Só na experiência é que um dia você compreenderá...
(sai o Amor e entra a Felicidade correndo)
MULHER: Fica comigo! Preciso de Felicidade...
FELICIDADE: Não posso ficar por muito tempo, nenhuma criatura humana é capaz de me prender.
MULHER: Por quê?
FELICIDADE: Porque represento a Felicidade e vocês nunca percebem quando ela está presente. Vocês sempre a chamam e só dão valor quando já foi.
MULHER: Por que é que você tem que ir?
FELICIDADE: É necessário atender a todos. Descubra a Felicidade MÃE, nas pequenas coisas: na beleza de uma flor, num sorriso amigo, nos seus filhos, no novo dia que nasce e com ele a Esperança, na bênção do trabalho, no pão de cada dia, no sorriso e na graça de cada um dos pequeninos que lhe rodeiam.
(sai a Felicidade correndo)
MULHER: Por quê? (falar bem pensativa) Por que tanto tempo eu vivi e não havia percebido tanta beleza neste mundo? Cada sentimento me mostrou a beleza bem no fundo das pequenas coisas. É só seguir o meu caminho e tenho certeza que a cada passo irei encontrá-los, pois sei que estão dentro mim ...
(aparecem os sentimentos e falam)
TODOS: Os sentimentos estarão sempre com você, desde de que cultive a oração e elevação dos seu pensamentos. Sempre que estiveres triste lembre-se que existe algo mais forte e inteligente e que deseja que todos cresçam: DEUS.
MULHER: E quando enfim, quiseres saber quem sou, pergunta ao riacho que murmura e ao pássaro que canta, à flor que desabrocha e à estrela que cintila, ao moço que espera e ao velho que recorda...Chamo-me Amor, o remédio para todos os males que te atormenta o Espírito. Eu sou MÃE!...tal a responsabilidade que a mim foi confiada.
ESPERANÇA: Quando um a um lhe fornecerem os ideais mais belos e se sentirem no auge do desespero, apela pela Esperança: a Esperança
que lhe robustece, a Fé que lhe acalenta os sonhos.
CORAGEM: Quando extinguir o ânimo para arrastares as vicissitudes da vida e se achares na iminência de desfalecer, chame a Coragem: a força capaz de remover as pedras do caminho.
AMOR: Quando se julgar incompreendido dos que lhe circundam e vires que em torno há diferença, acerca-se de Amor: a luz, sobre cujos raios se aclamam a pureza de suas intenções e a nobreza de seus sentimentos.
FELICIDADE: Quando duvidar de tudo, até de suas próprias convicções, recorre a Felicidade: a crença que lhe inunda a Luz e entendimento e lhe habilita para a conquista da evolução.

Nenhum comentário:

Postar um comentário